De Coração para Coração

Reflexão – dia 14 de novembro de 2017

“Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus. Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei”. (Apocalipse 3:1-3)

 

Quantas pessoas estão andando nas ruas parecendo vivas, mas estão mortas. Mortas nos sentimentos, na fé, na integridade, na imoralidade, na honestidade.

 

Assistindo um programa outro dia eu via um caminhão onde as cabeleireiras faziam uma ação para conseguirem pessoas que vendessem seus cabelos a fim de ajudarem pessoas com câncer em suas perucas. Elas doavam as perucas a serem usadas. E por incrível que pareça apenas uma se disponibilizou. Meu filho de dezoito anos falou: Nossa mãe, como as pessoas são egoístas. O cabelo delas depois cresce novamente.

 

Não estamos dispostos a doar, a não ser que não nos custe.

 

Que possamos mudar nossas atitudes passando a amar mais o próximo. Bom dia!

Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.