De Coração para Coração

Reflexão – dia 30 de outubro de 2017

“Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou; sem que Davi tivesse uma espada na mão”. (1 Samuel 17:50)

 

Vamos continuar com nossa reflexão de como podemos vencer nossos gigantes interiores. Todavia, quero que meditemos em três frases.

 

  1. Deus está sempre pronto para nos ajudar.
  2. Milagres existem e são reais.
  3. Deus não fará o que é para nós fazermos.

 

Pensando sobre essas questões vamos ao ponto de como vencer então os gigantes interiores.

 

Antes de qualquer coisa precisamos admitir que eles são reais. No Salmo 32 o salmista mostra exatamente que quando ele se calou até seus ossos secaram. Ficamos notoriamente doentes em nosso corpo físico quando preferimos nos omitir e calar. Portanto, não se cale! Admita!

 

Necessitamos ainda confrontá-los. Jonas no capítulo 2 entende que ele é seu maior inimigo e admite seu erro diante de Deus.

 

Por último, quando colocamos para fora tudo que deixamos trancados por anos. No capítulo 5 de João dos versículos 1 ao 18, conta a história de um paralítico que estava há 38 anos esperando que alguém o levasse para as águas do tanque de Betesda na época em que quando as águas se agitassem ele pudesse ser o primeiro a cair no tanque e ser curado. Diante de Jesus ao invés dele reconhecer que o milagre estava à sua frente, toma a posição de vítima, mas o Mestre lhe confronta perguntando o que ele quer e somente quando o paralítico diz que quer ser curado, a cura o alcança.

 

E nós? Queremos vencer nossos gigantes e galgarmos degraus maiores na nossa vida espiritual ou ficaremos nos arrastando enquanto carregamos pesos cada vez mais pesados?

 

Que possamos tomar atitudes corretas diante de nós para que Deus continue Sua boa obra em nós.

Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.