De Coração para Coração

Reflexão – dia 28 de setembro de 2017

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”. (1 João 2:15)

Essa mensagem é inspirada em uma pregação do Pr. Zilvan, Vice-Presidente da Missão Vida. Ainda estou meditando seriamente nela. Um texto para ser lido e meditado está também no evangelho de João, capítulo 17.

 

São três significados para a palavra mundo:

 

A primeira é universo, ou seja, físico. O mundo que Deus criou: Atos 17:24 – “O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens”. Outra referência também será João 1:10.

 

A segunda o ser humano por quem Jesus entregou sua vida: João 3:16 – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

 

E a terceira o mundo que está em oposição a Deus, que não quer cumprir os Seus mandamentos e ainda querem tirar os que andam em Seu caminho: Provérbio 6:18 – “O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal”.

 

Temos que tomar a nossa decisão: ou andamos com Cristo e aborrecemos o mundo, ou amamos o mundo e aborrecemos a Deus. É uma afirmação muito séria e que envolve abdicar de muitas coisas, tanto para um lado como para o outro.

 

Porém, temos duas certezas:

 

Se escolhermos o caminho de Deus, nós teremos a vida eterna e reinaremos com Ele na eternidade.

Se decidirmos o caminho do mundo, e com isso a escolha é estar ao lado de Satanás, pois apenas existem dois lados, nós estaremos na morte eterna e viveremos em eterna aflição.

 

Palavras duras e que muitos não aceitam, mas é real e temos que fazer nossa escolha. A vida é feita de escolhas.

 

Que possamos entender o plano de Deus para nossa vida e escolher viver eternamente com Ele, pois foi para esse objetivo que Jesus entregou Sua vida por nós.

Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.