De Coração para Coração

Reflexão – dia 27 de setembro de 2017

“E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra”. (Mateus 2:11)

 

Ouvi uma pregação em cima de Mateus 2:1-12 do Rev. Afa Neto, pastor abençoado da Igreja Presbiteriana da Aliança, em Salvador/BA e fiquei meditando sobre o texto.

 

É interessante percebermos que os primeiros adoradores de Jesus eram exatamente pessoas que repudiadas pelo povo judeu por sua profissão, pois eles eram astrólogos. Eram renegados, pois ninguém tinha como ainda não tem o poder de adivinhar ou prever o futuro através de absolutamente nada. Somente Deus é conhecer de todas as coisas passadas, presentes e futuras.

 

Durante tantos anos sempre ouvimos referência sobre os reis magos, porém eles eram astrólogos e sabiam através dos estudos feitos que o Salvador estava por vir. O texto nos mostra que eles estudaram inclusive as escrituras e foram para adorar Aquele que seria o marco da humanidade.

 

Precisamos entender que Deus é Deus e Ele usa quem Ele quer, na hora que quer e da maneira que quer. Todas as coisas foram criadas por Ele e estudar a Sua natureza para entender os fenômenos não é pecado, mas achar que nós meros seres humanos temos o poder de controlar o que Deus criou, aí sim é pecado, pois queremos tirar a soberania de Deus e entregá-La a seres criados por Ele, falhos e que não são dignos de receber tal atributo.

 

Que possamos aprender que nada, absolutamente nada sai do controle de Deus. Temos que aprender que mesmo repudiando o pecado devemos amar pessoas.

Autora Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.