De Coração para Coração

Reflexão – dia 05 de setembro de 2017

“E, daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Verdadeiramente também tu és deles, pois a tua fala te denuncia”. (Mateus 26:73)

O versículo, que mais me chamou a atenção, foi exatamente o que mostra quando chegam para Pedro depois que Jesus é preso e falam para ele que o modo dele falar denuncia que é alguém que anda com Cristo.

Interessante que algum tempo antes de tudo acontecer, uma mulher se prostra aos pés de Jesus e derrama um perfume caríssimo sendo criticada pelos discípulos, inclusive Pedro. Jesus os repreende mostrando que aquela mulher havia entendido o que viria a seguir.

Na hora da última ceia ao mostrar que o pão simbolizava seu corpo que seria moído pelas nossas transgressões, Ele também fala que o vinho simbolizava o sangue dele que seria derramado para remissão dos nossos pecados. O sangue do novo testamento como Ele sinaliza, ou seja, Jesus dá o novo testemunho para nós, onde não precisamos mais de sangue de animais para expiação dos nossos pecados, pois Ele mesmo se entregou para essa remissão.

Horas antes da prisão de Jesus, mesmo os discípulos que mais estavam perto d’Ele não foram capazes de orar com Ele. Quantas vezes em nossas lutas não encontramos um amigo para estar perto de nós e caminhar conosco? Nessa hora Jesus avisa aos discípulos que nosso espírito está pronto, mas as nossas vontades e paixões são muitas das vezes a causa de nossa queda.

Quanto Ele sai para orar mais uma vez, mesmo sabendo que Sua missão é muito difícil, Ele pede forças ao Pai e que mesmo querendo não cumprir a missão, que se cumpra o propósito de Deus na vida d’Ele. Esse é o exemplo que devemos tomar para nossa vida diária.

Que possamos entender todos os propósitos de Deus em nossas vidas e que estejamos dispostos a cumprir a vontade do Pai, que é boa, perfeita e agradável.

Autora Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.