De Coração para Coração

Reflexão – dia 17 de agosto de 2017

“E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles”. (Mateus 13:58)

Lendo o capítulo 13 Jesus ensina por meio de parábolas e até mesmo hoje é difícil entender, principalmente para quem não está acostumado a lidar com a terra.

Porém, algo me chamou muito a minha atenção. Jesus estava aonde Ele nasceu, cresceu, brincou, trabalhou… Aquele povo não conseguia perceber que não era mais Jesus o amigo que falava com eles, mas O que veio cumprir Sua missão.

No caso d’Ele era trazer salvação e remissão dos pecados da humanidade passada, presente e futura. Não quero me ater ao fato do profeta não ter honra em seu lar, pois ouvimos muitas pregações nesse sentido, mas sim ao ato da incredulidade.

Parece que quanto mais a tecnologia avança, menos fé a humanidade é capaz de ter. Só se acredita no que a ciência pode explicar. Sinto informar que a fé não está relacionada à nenhuma explicação. Ou se tem, ou se não tem.

Milagres estão relacionados a fé e jamais vão ter uma explicação, mesmo que alguns os “expliquem”.

Eu quero é prefiro viver todos os milagres que Deus tem para mim. E você? Vai continuar buscando explicações ou viver o sobrenatural do Altíssimo para sua vida?

Que possamos deixar de lado o querer viver na autossuficiência e nos entregarmos totalmente na dependência do Senhor.

Autora Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.