De Coração para Coração

Reflexão – dia 05 de julho de 2017

“De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim”. (Tiago 3:10)

Que tal cuidar das nossas palavras?

Termos cuidado com as palavras que lançamos sobre nós?

Termos cuidado com o que proferimos sobre os outros?

“Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo. Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado.” (Mateus 12:36,37)

Outro dia contei sobre uma situação ruim que me aconteceu que fez com que eu me exaltasse e Deus me chamasse à atenção sobre o meu falar.

Hoje posso compartilhar o agir de Deus em nossas vidas. Depois de debater muito com Deus sobre eu tomar a atitude de pedir perdão à pessoa, resolvi obedecê-Lo com o coração em mãos, pois o orgulho de não ter agido errado com a pessoa ainda falava alto, fui e falei com ela.

No momento eu me senti mais humilhada, pois a pessoa agiu como se estivesse totalmente correta. Quando fui embora do local vim repetindo para mim que o problema agora de Deus e da pessoa. Mais tarde a pessoa me ligou pedindo desculpas e dizendo que a minha atitude tinha sido louvável e agradeceu por eu ter a procurado.

Nesse instante Deus ministrou ao meu coração o que li naquele dia: pessoas curadas, curam pessoas. Não estou contando isso para me vangloriar, mas para dividir a experiência com vocês, a fim de que possamos crescer como corpo de Cristo, juntos para honrar e glorificar o nome do nosso Deus.

Que possamos abrir nossos lábios apenas para abençoar ao invés de amaldiçoar, xingar ou desejar o mal.

Que saibamos que nossas atitudes corretas geram transformação, mas nosso comportamento errado gera agressão.

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.” (Efésios 4.29)

Que nosso dia seja transformado pelo poder do Espírito Santo e que nossa boca se abra apenas para exaltar o nome de Deus e abençoar a vida daqueles que cruzam o nosso caminho, inclusive a nós mesmos e a nossa família!

Autora Paula Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.