De Coração para Coração

Reflexão – dia 20 de junho de 2016

“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor”. (1 João 4:7,8)

Há quem diga que não precisamos nos preocupar ou nos colocarmos na dor daquele que “não tem a Cristo”. O problema é que muitas vezes não percebemos, mas nos tornamos religiosos demais como os escribas e fariseus da época de Jesus. Começamos a classificar as pessoas conforme sua crença e igreja. Se ela é de tal denominação merece nosso respeito e amor. Caso não faça não perderemos tempo jogando pérolas aos porcos.

Infelizmente o parágrafo acima é fruto de inúmeras conversas que já tive com pessoas que se dizem cristãs.

Mas o que Deus fala sobre amor? João é conhecido como o discípulo do amor divino. Fico totalmente encantada em como ele descrevia o amor de Deus para nossas vidas. No versículo acima está clara para mim uma determinada situação: se eu conheço ao meu Deus eu amo, independente de sexo, religião, time de futebol, política… Mesmo que não concorde com as atitudes tomadas pelas pessoas.

Não importa o que a pessoa é ou faz, nossa obrigação é amar. Amor não é sentimento é mandamento. Todavia, algo tem que ficar muito claro: não devemos e nem podemos concordar com o pecado. Deus ama o pecador, mas abomina o pecado. Temos obrigação de amar, mas alertar em amor, muito amor que determinada atitude conforme a Palavra de Deus é pecado ou não condiz a quem quer viver uma vida de santidade.

Se a pessoa entender o quanto ela está entristecendo a Deus, louvado seja o nome do Senhor. Porém, se ela não quiser entender, não adianta ficarmos insistindo em palavras, pois no livro do profeta Zacarias, capítulo 4, versículo 6, parte b diz: “Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos”. Isso então nos diz que devemos ficar na intercessão pela vida dessa determinada pessoa.

Que em nosso dia possamos ser ministrados pelo amor de Deus em nossos corações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.