De Coração para Coração

Reflexão – dia 12 de junho de 2017

“Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho. Suave é o aroma dos teus ungüentos; como o ungüento derramado é o teu nome; por isso as virgens te amam. Leva-me tu; correremos após ti. O rei me introduziu nas suas câmaras; em ti nos regozijaremos e nos alegraremos; do teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho; os retos te amam”. (Cânticos 1:2-4)

“Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros? Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores. Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor. Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço com os colares”. (Cânticos 1:7-10)

Hoje o comércio brasileiro comemora o Dia dos Namorados. Não devemos entrar no consumismo do mundo, mas porque não agradar a pessoa que está ao nosso lado caminhando conosco? Se nesse momento você está sem nenhum recurso para comprar algo pode usar sua criatividade. Faça um almoço, um jantar, chame para dar um passeio na rua, na beira da praia, faça um poema.

Existem tantas maneiras de demonstrarmos a quem amamos o nosso amor. E porque muitas vezes é difícil? Em nenhum momento Deus falou para não fazermos essa demonstração, pelo contrário. Lendo Cantares de Salomão podemos ver o quanto o esposo e esposa se declaravam. Porém, não devemos apenas ficar presos nas datas. Sempre há um motivo para valorizar e cuidar de quem se ama!

Que nosso dia seja repleto do amor de Deus derramado em nossos corações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.