De Coração para Coração

Reflexão – dia 03 de abril de 2017

“Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas palavras. Então Samuel se contristou, e toda a noite clamou ao Senhor”. (1 Samuel 15:11)

Interessante como Saul não profere meu Deus e sim teu Deus. Em seu coração não havia o temor e o tremor ao Senhor.

Quantas vezes não cumprimos as ordens que Deus nos dá? E quando quebramos nossa cara e começamos a colher o fruto da desobediência, ficamos desanimados, nossa fé enfraquece, acreditamos que Deus não está conosco e por aí vai…

A questão da desobediência é tão séria que no antigo testamento para se achegar a Deus e pedir perdão dos pecados era preciso fazer sacrifícios, mas o Eterno mostra que de nada vale o sacrifício se não houver a obediência.

“Mas o povo tomou do despojo ovelhas e vacas, o melhor do interdito, para oferecer ao Senhor teu Deus em Gilgal. Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros”. (1 Samuel 15:21,22)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.